Carregando...

Acadêmicos da PM começaram o curso em Rio Verde

Notícia Postada em: 09/10/2017 17:45:30



Trabalho do deputado estadual Lissauer Vieira e de forças políticas de Rio Verde, conseguiram que mais 120 novos policiais sejam formados no município para atender a Região. Goiás é o primeiro estado brasileiro a ter a autorização do MEC, para o curso de pós-graduação em Segurança Pública

O deputado estadual Lissauer Vieira (PSB), participou na manhã de hoje, 09, da solenidade de apresentação dos novos alunos do Curso de formação de soldados em Rio Verde.  Essa é mais uma ação do parlamentar e vai formar 120 novos policiais que reforçarão a segurança pública no município e nas oito cidades que compõem a 8 Regional. “Tenho trabalhado junto com o governador Marconi Perillo, com o secretário estadual de Segurança Pública, Ricardo Balestreri e com o comandante geral da PM, Coronel Divino Alves, para reforçar a segurança. Sei que precisamos mais, todavia estamos avançando gradativamente”, disse Lissauer, lembrando que com o trabalho de seu mandato já foram disponibilizados, ainda no ano passado, mais 75 novos policiais, sendo 50 para Rio Verde e 25 para Santa Helena.

O evento realizado no auditório do Senac, contou com a participação do comandante da 8ª CRPM, Tenente Coronel Aylon José de Oliveira Junior, deputado estadual Karlos Cabral, os prefeitos de Santa Helena, João Alberto Vieira Rodrigues; Cachoeira Alta, Kelson Vilarinho; Paranaiguara, Adalberto Amorim, vereadores de Rio Verde e demais autoridades. Em seu discurso, Lissauer deu as boas-vindas aos novos acadêmicos e falou da importância do reforço à segurança pública que esses novos militares representa, “A missão de vocês é uma missão dura e difícil, mas tenho certeza que com a vontade e a capacidade de cada um, estarão aptos para fazer segurança de toda população, ” ponderou o parlamentar.

O vereador Soldado Fernando, que é presidente da Comissão de Segurança da Câmara Municipal de Rio Verde, falou da importância do trabalho do deputado Lissauer Vieira para trazer esse curso de formação de 120 novos policiais para reforçar a segurança pública de Rio Verde e região. “Cumprimento o deputado Lissauer Vieira que lutou muito para que esse curso de formação fosse realizado em Rio Verde, parabéns deputado por essa vitória em trazer mais 120 novos policiais para nossa cidade, ” afirmou o Fernando.

As palavras do anfitrião da casa, Tenente-Coronel Aylon, foram sobre a importância do trabalho do deputado Lissauer Vieira, em trazer o curso de formação: “ O deputado Lissauer foi um dos precursores dessa ideia de trazer o curso de formação para nossa cidade, e Rio Verde sai na frente graças ao trabalho do deputado. É extremamente importante a formação desses policiais aqui, conhecendo a cidade e fixando suas raízes para continuar aqui, quanto mais policiais mais segurança nas ruas. A presença de mais militares nas ruas traz uma sensação de segurança para toda população e isso é muito importante, ” ressaltou o comandante.

O curso de formação começou hoje e terá duração de um ano, os novos alunos passarão ao estágio supervisionados nas ruas após 9 meses de curso. Goiás é o primeiro estado brasileiro a ter a autorização do MEC, para o curso de pós-graduação em Segurança Pública. Ao todo são 92 homens e 7 mulheres que integram a primeira turma de formação em Rio Verde.

A importância da mulher na PM

Considerada por muitos anos como uma profissão voltada aos homens, o ingresso na carreira militar tem conquistado cada vez mais a classe feminina. As mulheres estão criando coragem e vestindo a farda para combater a violência. Esse é o caso da Thamires de Castro Chagas, uma das acadêmicas que integram o curso de formação iniciado hoje em Rio Verde, “A Policia Militar é uma profissão honrosa e para mim é um prazer fazer parte. Temos o desafio de mostrar que também somos capazes, e eu quero construir carreira na PM e servir a população de Rio Verde, no combate a violência.

Para o deputado Lissauer Vieira, “a presença das mulheres na PM teve e tem uma importância fundamental, elas fortalecem a instituição, contribuindo para a construção de uma cultura de paz. Sem dúvida, elas estão aptas a desempenharem qualquer função ou cargo e os tem feito com excelência, ” afirmou Lissauer..