O anúncio foi realizado pelo presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e representante da cidade durante audiência pública realizada na tarde de ontem. O município está entre os doze que serão contemplados com o projeto

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), cumpriu agenda na tarde desta quarta-feira, 03, em Rio Verde, onde participou, ao lado do prefeito Paulo do Vale (DEM), do vice, Dannillo Pereira (Patriota), dos parlamentares, Chico KGL (DEM) e Karlos Cabral (PDT) e do presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos de Goiás (Ipasgo), Hélio José Lopes, da audiência pública que tratou sobre a implantação de uma unidade do serviço Ipasgo Clínica na município. A proposta faz parte do projeto de regionalização do órgão, que visa levar centrais de atendimento do instituto para 12 cidades goianas.

Destacando a importância da iniciativa para os beneficiários do plano, o chefe do Poder Legislativo ressaltou que a implantação do Ipasgo Clínica no município é fruto da sensibilidade do governo de Goiás à solicitação apresentada por ele junto ao Executivo municipal. “Assim que nós soubemos do projeto de descentralização do Ipasgo, nós falamos com o governador Ronaldo Caiado e frisamos que não abriríamos mão de ter uma das unidades que serão instaladas no interior aqui em Rio Verde e nós conseguimos. O governo estadual junto à presidência do instituto foi sensível a essa importante demanda que, com certeza, contribuirá muito com quem precisa de atendimento médico em nossa região”, afirmou Lissauer.

O prefeito Paulo do Vale também reforçou as vantagens da proposta, salientando a atuação positiva do presidente da Alego que, segundo ele, “só tem trazido alegrias” para Rio Verde. “Lissauer só tem nos trazido alegria para a nossa cidade, uma revelação dentro da política goiana, uma pessoa de pulso e que tem ajudado muito todos os goianos na Assembleia Legislativa. Eu, como profissional da saúde e dedicando minha vida à saúde de Rio Verde durante mais de 30 anos, sei da importância desse projeto que vai oferecer mais conforto e agilidade no atendimento para todos os beneficiários do Ipasgo em nosso município”, frisou.

Por sua vez, o presidente do órgão, Hélio Lopes, explicou que os estudos técnicos para o processo de implantação do serviço em Rio Verde já foram iniciados e que o município será um dos primeiros a receber uma das unidades do instituto. “Nossa equipe de engenharia já realizou todo o levantamento para a instalação do Ipasgo Clínica aqui. Nós já temos sede própria, situada no centro cidade, onde nós faremos todo o investimento para as instalações dos consultórios médicos.

Nós precisávamos de ir ao encontro dos nossos usuários do interior e é isso que nós estamos fazendo. As policlínicas estão sendo inauguradas e as unidades do Ipasgo também beneficiando, assim, a nossa população, em especial, os rioverdenses”, afirmou.

Também participaram da audiência pública o presidente da Câmara Municipal de Rio Verde, vereador Lucivaldo Tavares, os secretários municipais Paulo Martins (Agricultura, Pecuária e Abastecimento); Fernando Pazotti (Esporte e Lazer), Marlon Kompier ( Meio Ambiente); diretora social do Hospital do Câncer de Rio Verde, Dra. Célia Mendes; presidente do IPA-RV, Alexandre de Macedo; diretor de saúde do Ipasgo Goiás, Flávio Henrique, além de vereadores e servidores municipais.

Regionalização do Ipasgo

A proposta de descentralização do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos de Goiás (Ipasgo) já começou a ser executada em janeiro deste ano e visa amparar mais de 260 mil beneficiários em diversas regiões do estado. Com a abertura de mais unidades no interior, os clientes do plano contarão com uma rede de assistência voltada para prevenção e diagnóstico precoce de doenças, o que evita gastos com tratamentos de alta complexidade.

Atualmente, o Ipasgo conta com 29% dos usuários na Regional Metropolitana e 71% no interior do Estado. Ou seja, a maioria não era devidamente assistida. Em Goiás, há cinco unidades do Ipasgo Clínica, sendo três em Goiânia, uma em Aparecida de Goiânia e uma em Anápolis, com atendimentos especializados em Pediatria, Saúde da Mulher, bem como Endocrinologia, Reumatologia, Clínica Geral, Angiologia e Cirurgia Vascular. Além do pronto-atendimento pediátrico 24 horas, as clínicas também oferecem exames e boxes de observação.

Para viabilizar o projeto, o instituto vai transferir o Hospital do Servidor, atualmente Hospital de Campanha (HCamp) para a gestão do Governo de Goiás. Com a mudança, o instituto contará com recursos financeiros para implantar o modelo de atendimento nas diferentes regiões do Estado.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 93