Dannillo Pereira avalia que dos cinco maiores postulantes ao cargo, Lissauer é infinitamente o que está mais preparado para assumir o Paço rio-verdense

Em um movimento de apoio ao pré-candidato à prefeitura de Rio Verde Lissauer Vieira (PL), o atual vice-prefeito do município, Dannillo Pereira (PSD), afirmou, em entrevista, que Lissauer é o mais bem preparado para assumir a administração municipal pela sua experiência como gestor. Apesar de fazer parte dos dois mandatos do atual prefeito Paulo do Vale (UB), Dannillo definiu que seguirá apoiando Lissauer e não o candidato escolhido pela base, por entender que o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás tem mais capacidade para assumir o Paço Municipal.

Segundo Dannillo, Rio Verde, que é o maior e mais próspero município do Sudoeste goiano, cresce em velocidade surpreendente e precisa de um gestor com habilidade para acompanhar essa pujança. “Quando digo gestor é quem sabe gerir recursos públicos e pessoas. Não é trabalhar na administração e dizer que é gestor. Isso não é gerir, é trabalhar somente. Então, nós vamos apoiar o Lissauer, com certeza, é o mais bem preparado, tem raízes em Rio Verde, e é nas mãos do Lissauer que Rio Verde vai chegar com competência no futuro”, pontuou, afirmando que sua maior pretensão política, no momento, é ver Lissauer ser eleito prefeito.

Alto custo de vida

O atual vice também enfatizou algumas mudanças que precisam acontecer no município e que serão determinantes para a próxima gestão. A principal delas é sobre o alto custo de vida, que tem impedido a população de viver com qualidade. “Nós precisamos fazer a riqueza desse município, a do agro, das indústrias, chegar até a população. Não basta só fazer obras, praças e parques se a população não consegue nem frequentar esses lugares porque, muitas vezes, ela tem que trabalhar em dois empregos para se manter aqui”, observou Danillo.

Para ele, essa realidade será alterada com a expertise de Lissauer no comando da cidade. “Nós temos uma Rio Verde rica, mas essa riqueza tem que chegar na população, ela tem que se sentir parte dela, não pode ficar só à margem, vendo que o município é rico e próspero sem participar. E quem vai conseguir mudar isso é o Lissauer e nós vamos fazer tudo isso com ele na prefeitura”, acredita.

PSD deve indicar o vice

Como presidente municipal do PSD de Rio Verde, Dannillo também comentou sobre o quadro forte de apoiadores que a sigla tem consolidado e que a indicação do vice na chapa de Lissauer deve ser feita pelo partido. “O PSD vem forte, nós vamos fazer vereadores e pretendemos também indicar o candidato a vice”, destacou.

Dentre os nomes que já se filiaram ao partido estão os vereadores Sargento Ubiratan, Nayara Barcelos e Lucivaldo Medeiros. E ainda, Luciano Guimarães do Sindicato Rural de Rio Verde, a ex-coordenadora regional de Educação Karen Proto, do médico Fernando Cruvinel, entre outros.

A entrada de Dannillo Pereira no grupo de apoio a Lissauer Vieira adiciona um novo elemento à corrida eleitoral em Rio Verde, evidenciando que, além das alianças políticas tradicionais, a capacidade de gestão e a experiência são fatores decisivos na escolha do próximo prefeito.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 96