Em Aragarças, o presidente da Alego defendeu a conciliação da sustentabilidade com o desenvolvimento econômico do país

 

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB) participou na manhã desta quarta-feira, 5, Dia Mundial do Meio Ambiente, do lançamento do projeto ‘Juntos pelo Araguaia’, na cidade de Aragarças, a 375 quilômetros da Goiânia. A iniciativa é um exemplo de conscientização e preservação da Bacia do importante rio do Centro-Oeste, e visa promover um trabalho mútuo da Política de Estado, em conjunto com o setor produtivo.

 

Lissauer salientou a importância de aliar a preservação ambiental com o desenvolvimento econômico. O presidente do Legislativo goiano afirmou que sempre defendeu a conciliação do desenvolvimento econômico com a sustentabilidade. “Nós precisamos casar e caminhar juntos, e a ideia do presidente da República é essa”, disse. Jair Bolsonaro (PSL) participou do evento, ao lado do governador Ronaldo Caiado (DEM), ministros, parlamentares, prefeitos e vereadores.

 

O chefe do Legislativo goiano pontuou que o presidente da República determinou, tanto à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que é do setor produtivo, como ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para que todos caminhem juntos, sem atrapalhar o setor produtivo. “Acho que esse é o caminho de um país que quer crescer, que quer desenvolver, que quer ver a sustentabilidade e a preservação ambiental, mas também quer o país cada vez melhor, mais produtivo”, salientou Lissauer.

 

O presidente da Alego também comentou sobre o que classificou como a grandiosidade do evento e a importância do lançamento do projeto em uma data reconhecida mundialmente. “Nós ficamos felizes de poder estar aqui hoje, nesse evento grande, no Dia do Meio Ambiente, focados na conservação do Rio Araguaia”, ressaltou Lissauer. Ele também destacou a importância da presença do presidente da República no lançamento do programa. “É fundamental o entendimento de que o país precisa produzir”, explicou.

 

Lissauer complementou que “a Assembleia é partícipe desse processo e vai acompanhar de perto para ver que (o projeto) vai dar certo e ser modelo para o país”, finalizou.

 

Desenvolvimento

 

No lançamento do projeto, Jair Bolsonaro pontuou que a iniciativa visa a promoção do desenvolvimento do país com harmonia entre o setor produtivo e o meio ambiente. “Não queremos atrapalhar quem produz, mas atendê-los no que precisam e merecem. Desta forma, iremos colocar o Brasil no lugar que merece”, afirmou.

 

Já governador Ronaldo Caiado falou da importância do projeto ao conciliar desenvolvimento do setor produtivo à proteção do Rio Araguaia. “Este é o maior projeto para recuperação de bacias, e irá mostrar a diferença proposta pelo Governo de Bolsonaro”, pontuou.

 

Caiado salientou que o diferencial proposto irá proporcionar a conscientização e participação do setor produtivo. “O projeto visa a conscientização e participação direta dos produtores rurais, com harmonia e entendimento”, salientou.

 

Um ponto importante apontado pelo governador goiano é o de promover o saneamento nas cidades, já que muitas delas têm os esgotos jogados no Araguaia. “Com responsabilidade, o Governo Federal está aplicando o dinheiro público de uma forma mais eficiente para cuidar melhor dos cidadãos”, apontou Caiado.

 

O governador do Mato Grosso, Mauro Mender, destacou a importância do projeto, que segundo ele, é exemplo de como produzir, preservar e fazer riqueza. “Vamos preservar nossas riquezas naturais e mostrar com orgulho o Brasil do presente”, completou.

 

Juntos pelo Araguaia

 

O projeto será custeado com recursos na ordem de R$ 2,8 milhões, resultantes da conversão de multas junto ao Ibama. A proposta é recuperar os 2.600 quilômetros de extensão do rio, que passa pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará. Nesta primeira etapa, o projeto mobilizará 15 municípios goianos e 12 mato-grossenses.

 

Jair Bolsonaro pontuou que a iniciativa visa a promoção do desenvolvimento do país com harmonia entre o setor produtivo e o meio ambiente. “Não queremos atrapalhar quem produz, mas atendê-los no que precisam e merecem. Desta forma, iremos colocar o Brasil no lugar que merece”, afirmou.

 

Durante o lançamento do projeto Juntos pelo Araguaia, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) salientou a importância do projeto ao conciliar desenvolvimento do setor produtivo à proteção do Rio Araguaia. “Este é o maior projeto para recuperação de bacias, e irá mostrar a diferença proposta pelo Governo de Bolsonaro”, pontuou.

 

Caiado salientou que o diferencial proposto irá contar com a conscientização e junto com o setor produtivo. “O projeto visa a conscientização e a participação direta dos produtores rurais, com harmonia e entendimento”, salientou.

 

Um ponto importante apontado pelo governador goiano, é promover o saneamento nas cidades, já que muitas delas têm os esgotos jogados no Araguaia. “Com responsabilidade, o Governo Federal está aplicando o dinheiro público de uma forma mais eficiente para cuidar melhor dos cidadãos”, apontou Caiado.

 

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), salientou a importância do projeto, que segundo ele, é um exemplo de como produzir, preservar e fazer riqueza. “Queremos ter orgulho dos resultados do Brasil presente”, completou.

 

Recursos

 

O projeto será custeado com recursos de R$ 2,8 milhões, resultantes da conversão de multas junto ao Ibama. Visa recuperar os 2.600 quilômetros de extensão do Rio, que passa pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará. Nesta primeira etapa, o projeto mobilizará 15 municípios goianos e 12 mato-grossenses.

 

A bacia do Araguaia possui extensão de mais de 350 mil quilômetros quadrados. Na primeira etapa, de acordo com o governo de Goiás, a meta é recuperar 10 mil hectares de áreas degradadas às margens do rio.

 

Presenças

 

O evento também contou com as presenças dos governadores do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS); além de ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles; Gustavo Canutto, do Desenvolvimento Regional; da Agricultura, Tereza Cristina; da secretária estadual do Meio Ambiente de Goiás, Andrea Vulcanis, e do secretário de Meio Ambiente do Mato Grosso (Sema-MT), Carlos Fávaro. Também prestigiaram o evento os deputados federais José Mário Schreiner (DEM), Vitor Hugo (PSL), Delegado Valdir (PSL), Zacarias Calil (DEM), José Nelto (Podemos), Magda Moffato (PR), Professor Alcides (PP); e ainda os deputados estaduais por Goiás, Amilton Filho (Soliedariedade), Karlos Cabral (PDT), Amauri Ribeiro (PRP), Paulo Trabalho (PSL), Delegado Eduardo Prado (PV), Jeferson Rodrigues (PRB), Rafael Gouveia (DC), Caio Salim (Pros), Coronel Adailton (PP) e Bruno Peixo (MDB), líder do Governo na Assembleia Legislativa.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 95