Realizada no Plenário do Palácio Maguito Vilela, sessão especial será marcada pela entrega do Certificado do Mérito Legislativo à profissionais do rádio de todo o estado de Goiás

Reforçando a importância da comunicação como ferramenta de transparência e também de transformação da sociedade, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), promove nesta quinta-feira, 08, às 20h, no Plenário Iris Rezende Machado, sessão solene de entrega do Certificado do Mérito Legislativo em comemoração ao Centenário do Rádio no Brasil. A cerimônia será presidida pelo deputado Virmondes Cruvinel (UB) e contará com a presença de representantes do setor de todo o estado.

Em sua justificativa, o presidente da Alego ressalta a homenagem como uma forma de reconhecimento a todos aqueles que, segundo ele, estão “sintonizados e comprometidos” em levar diariamente aos ouvintes dos diversos cantos do estado e de todo o País informação de credibilidade, temas de interesse público, notícias, debate e entretenimento.

“Todos nós sabemos da importância que o rádio tem na vida do brasileiro, seja aquele que reside na zona rural ou nos grandes centros urbanos. Em setembro deste ano, o rádio no Brasil completou 100 anos e, durante todo esse tempo, resistiu e se adaptou à chegada das novas tecnologias. Por isso, nada mais que justo que homenagear todos os profissionais que têm trilhado esse caminho, sempre sintonizados e comprometidos em levar informação, notícias e entretenimento aos nossos lares”, explicou.

Centenário do Rádio no Brasil

Responsável por levar informação e entretenimento até os locais mais remotos, o rádio no Brasil completou 100 anos no dia 7 de setembro deste ano. Foi nessa mesma data, em 1922, durante a comemoração do centenário da Independência, que os brasileiros ouviram pela primeira vez uma transmissão de rádio.

O primeiro conteúdo veiculado por rádio no Brasil, em setembro de 1922, foi o discurso do então Presidente da República, Epitácio Pessoa. Ele estava no Rio de Janeiro e os aparelhos receptores instalados em Niterói, Petrópolis e São Paulo. Já a primeira emissora brasileira foi a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, fundada em 1923 pelo antropólogo e educador Edgard Roquette-Pinto, que também viabilizou a primeira transmissão, em 1922, e é considerado o pai da radiodifusão no Brasil.

Após 100 anos de sua criação, o rádio continua sendo uma das mais importantes ferramentas de comunicação, propagando a cultura brasileira, levando informação, promovendo o debate, se reinventando e se adaptando às novas tecnologias, mas sem destoar de seu objetivo principal: a comunicação.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 93