Pioneira na adesão do projeto no Brasil, a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) pretende expandir o programa para os 27 estados brasileiros. Proposta foi apresentada durante reunião com a presidente da Unale, deputada Ivana Bastos

Pautado pelo compromisso sustentável e buscando desenvolver uma gestão inovadora, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), recebeu no início da noite de quinta-feira, 25, a presidente da União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), deputada Ivana Bastos (PSD-BA), juntamente com o diretor-geral da entidade, Fabiano Geremia, para discutir a proposta de expansão do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para as demais Casas de Leis do País. O projeto, do qual o Legislativo goiano é signatário desde o mês de dezembro do ano passado, é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo e abrange cerca de 160 países.

À frente do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil, o chefe do Poder Legislativo ressaltou a importância de expandir o Pacto Global para as outras Casas Legislativas do país, fortalecendo, assim, as ações voltadas para a sustentabilidade nas diversas esferas da sociedade. Segundo ele, a proposta, viabilizada pela Alego, obteve boa aceitação junto à diretoria da Unale e um termo de cooperação mútua deve ser apresentado em breve aos demais 27 parlamentos estaduais.

“A Assembleia Legislativa de Goiás sempre tem tentado buscar pautas positivas que beneficiem a nossa sociedade, principalmente no tange à transparência e aos serviços públicos. Como membro da Unale e presidente do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil, eu não poderia deixar de levar até a presidente Ivana essa proposta, que foi muito bem acolhida por ela e pela diretoria da entidade. Então nós faremos um termo de cooperação e apresentaremos para todas as Casas de Leis do país” explicou Lissauer.

Por sua vez, a presidente da Unale destacou a relevância do tema e a contribuição do Parlamento goiano com as pautas pertinentes à sustentabilidade. “Quero parabenizar a Alego por estar sempre inovando e saindo na frente. Acredito muito na união de forças e o que é bom a gente precisa copiar. A proposta que foi feita aqui hoje pelo presidente Lissauer é extremamente importante e nós vamos levar essa ideia para as outras Assembleias do Brasil, começando um trabalho junto a elas e difundindo essa pauta em todos os estados”, afirmou.

Também presente no encontro, o diretor de operações do Pacto Global Brasil, Marcelo Linguitte, salientou a necessidade do envolvimento dos Legislativos estaduais nas questões voltadas para o desenvolvimento sustentável em todos os âmbitos sociais. “A gente acredita muito no envolvimento das Assembleias Legislativas porque elas têm a capacidade de criar um ambiente mais saudável e mais aberto no sentido de preservação do meio ambiente e de inclusão social através de suas leis. Então a gente vê com muita satisfação essa proposta da Alego apresentada aqui hoje pelo deputado Lissauer”, ressaltou.

Participaram ainda da audiência o deputado estadual Coronel Adailton (Progressistas) e o ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO), engenheiro Francisco Almeida.

Pacto Global

Lançado em 2000 pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, o Pacto Global é, hoje, a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 14 mil membros em quase 80 redes locais, que abrangem 160 países. A iniciativa consiste em uma chamada para as empresas alinharem suas estratégias e operações a dez princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção, e desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade.

Quem integra o Pacto Global também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance da agenda global de sustentabilidade. Em 2015, os 193 países-membros das Nações Unidas aprovaram, por consenso, a Agenda 2030, que tem como principal pilar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS. Trata-se de um plano de ação de 2015 a 2030.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 93