O procedimento tem como objetivo cadastrar cerca de 120 mil eleitores rio-verdenses Deve ser lembrado que a falta do recadastramento impossibilita o cidadão de votar nas próximas eleições.

 

IMG-20150921-WA0057

 

O recadastramento biométrico de Rio Verde começou em setembro deste ano e tem encerramento previsto para fevereiro de 2016. O objetivo do processo é recadastrar 120 mil eleitores da cidade. Lembrando que o procedimento é obrigatório e caso o leitor não se regularize terá o título cancelado, podendo assim ser impedido de votar nas próximas eleições. Além de ficar impedido de tirar passaporte e fazer concursos públicos.

 

Em goiás 25 municípios já contam com a identificação biométrica dos eleitores. O objetivo é que até o ano que vem mais de 98 municípios goianos estejam com o sistema implantado. “Não deixem de se recadastrarem, estar em dia com a justiça brasileira é algo importantíssimo para cada um de nós. O recadastramento biométrico deve ser visto como algo sério, pois caso o eleitor não o faça ele pode ficar impossibilitado de alguns direitos brasileiros”. Declara o deputado Lissauer Vieira.

 

O procedimento é realizado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que funciona das 12:00 às 18:00 horas. Na ocasião é colhido a digital do eleitor, assinatura e tirada uma foto. A orientação do TRE é que todos levem documentos pessoais, como identidade, CPF e o comprovante de endereço. Outra orientação, é para que os eleitores já façam o recadastramento, não deixando para realizar de última hora, evitando assim, filas e possíveis imprevistos.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 93