O novo método informatiza todas as avaliações, eliminando o uso de papel e de espaço de arquivo, e ainda agiliza o processo de avaliação de desempenho

Buscando reforçar as ações de sustentabilidade do Parlamento goiano, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), lançou neste mês o novo sistema de avaliação dos servidores da Casa. Desenvolvido pela Diretoria de Gestão de Pessoas em parceria com a Diretoria de Tecnologia da Informação, o método passa a ser informatizado, gerando economia direta, uma vez que elimina a utilização de papel. Além disso, o sistema vai ampliar a agilidade no processo de avaliação de desempenho, tornando possível investir no aperfeiçoamento imediato dos servidores.

Segundo o chefe do Poder Legislativo, a iniciativa faz parte do programa de ações sustentáveis do Parlamento. “Essa é mais uma medida importante voltada para sustentabilidade que implantamos no Legislativo goiano. Já reduzimos em mais de 50% o consumo de copos descartáveis, também queremos diminuir ao máximo a quantidade de papel utilizado na Casa de Leis. Desenvolver ações sustentáveis na Alego é uma das prioridades da nossa gestão e estamos trabalhando para isso”, destacou o presidente Lissauer.

O diretor de Gestão de Pessoas, Tasso Júnior, explicou que o novo modelo de avaliação de desempenho dos servidores permite feedback imediato. “Vamos ter todas as informações através do sistema, será possível detectar tudo em tempo recorde e procurar em cada seção, diretoria ou gabinete parlamentar as áreas que serão preciso trabalhar com cada servidor”, justificou, exemplificando que o aperfeiçoamento é realizado através de cursos profissionalizantes e treinamentos de áreas específicas e que o novo método não tem caráter punitivo.

Além disso, o diretor de Gestão de Pessoas destacou a agilidade e flexibilização como pontos chaves do sistema. Ele lembrou que anteriormente, tudo era arquivado e acomodado em caixas físicas e, a partir de agora, quando for necessário buscar informação sobre algum servidor, estará tudo no software.

De acordo com o diretor de Tecnologia de Informação da Casa, Fagner Santos, o novo formato ainda vai otimizar e, ao mesmo tempo, modernizar o sistema de avaliação de desempenho dos servidores da Casa. “Antes todo o processo era feito através de papel. O servidor imprimia a folha, preenchia e encaminhava para o chefe de seção. Agora tudo vai ser feito via sistema e a assinatura será feita eletronicamente, diminuindo o tempo e possibilitando uma economia maior para a Casa de Leis”, explicou.

O novo programa já está ativo e deve receber, em breve, o Selo Verde, reconhecimento oficial da Assembleia Legislativa de Goiás aos projetos voltados para a sustentabilidade.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

Faça parte da Lista de transmissão no

Whatsapp

Receba atualizações exclusivas e tenha participação ATIVA nas discussões e pesquisas.

redes sociais

siga e participe do nosso trabalho

Apoie a nossas causas, curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

1 of 93